quinta-feira, 19 de maio de 2011



 
O fim é lindo. Do crepúsculo, de uma vela, de uma chuva. O fim é esperançoso, exigente. Pancadas de beleza. O som e o sol pulam como um suicida ao avesso para dentro da vida.

Carpinejar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cultive sua flor... ઇ‍ઉ