Quero.



Quero o primeiro bom-dia.  E poesia compartilhada como presente. Quero ir às compras todo fim de mês.E as suas  palavras mais acertadas para a minha coragem. Quero um abraço teu em meio à chuva.  Quero ainda aprender a cozinhar. Dividir o sofá e ver o jogo do SPFC , quero levar o cachorro que nem tenho para passear, quero mãos dadas, quero ver um filme , quero nem ver o tal filme. Quero ler . Que o livro também nos seja uma forma de comunhão. Quero a doce certeza de que ao estender as mãos encontrarei as tuas, quero telefonemas inesperados, recadinhos na geladeira e sms que anunciem cuidado. Nada de  flores, apenas um ipê-roxo na nossa janela. Quero estender a toalha da mesa enquanto você põe os pratos, quero um vinho tinto, quero você a tocar violão, quero contar da minha infância, quero ouvir sobre o seu dia, quero entrelaçar os dedos, quero velar o teu sono, aparar em teu corpo a nossa eternidade até a próxima manhã. e a próxima. e a próxima... sem cessar.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Calor.