A vida é tão rara...

 A morte é pontual, embora  intrusa.   Chega. Cruelmente interrompe os ciclos.
 Ensuderce o silêncio. Acorda a solidão..

 Mas, também  desperta-nos o que o poeta há tempos grita: 

''A vida é breve. E o amor mais breve ainda..''

 Vivamos!




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Da amizade.