terça-feira, 1 de outubro de 2013

Indócil.

Porque acordei indócil e nem lamento mais o fato de alguém fazer da própria vida um circo de traumas e querer que os outros façam parte do espetáculo de horror, mentira e mesquinhez que inventou para justificar a fraqueza de não saber amar de verdade,  para justificar a própria falta de maturidade e escamotear o alvoroço de sentir-se emocionalmente instável.   

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Cultive sua flor... ઇ‍ઉ