sexta-feira, 22 de agosto de 2014




Divago .
Gosto ,
mas devagar...

Insônia.




é nas noites 
em claro
que escureço-me.

Tua.




Meio crua.
Meio nua.
Meio lua.
Inteira sua

Sutura


Muito sangue,
pouca cura.

Via.






Transeunte das vias do Tempo,
Das formas e espaços, Lunar.
Desenhada à medida do próprio 
P o e m a




Riso ,
de derramar.
Se der, mar
amar .

Reverso.






avesso ao meu verso, 
você.
meu carma mais 
perverso .

sábado, 16 de agosto de 2014

Standby

não funciona, amor
Se quer , terá que lidar 
comigo. inteira.
e totalmente carregada.

Medida.



                                       ardor 

                              a       dor       meço


                                      e


 adormeço...

Sintaxe.

.
.
.



Não é mais paciente 
da última oração..
Livre de hiatos inexatos,
conjuga vida,
em primeira pessoa.
.
.
.

Sono.






Achegue-se no meu sonho.
apague a luz, 
acenda o céu quando deitar.

sexta-feira, 8 de agosto de 2014