quarta-feira, 27 de abril de 2011


Um band-aid no coração
                           Um Sorriso nos lábios
                                                                   E Tudo bem

Caio Fernando Abreu.


"Tudo aos poucos vira dia e a vida- ah, a vida pode ser medo e mel 
quando você se entrega e vê, mesmo de longe "

 Caio Fernando Abreu

"EU CONFESSO: Aprendi a ser mais Doce."
         . Caio Fernando Abreu



 Eu também, Caio. Eu também.


- As vezes sinto falta de mim.
- Eu também, Menina.
- Sente falta de si?
- Não, de você. E dói.

 (Caio Fernando Abreu.)

"Minha vida tá em compasso de espera"

Caio Fernando Abreu.
" Venha quando quiser.
Ligue, chame, escreva
Tem espaço na casa e no coração
Só não se perca de mim."

(Caio Fernando Abreu.)





"Andei/Ando Sentindo. Imagine, Que retrocesso- carência afetiva das brabas"
 ( Caio. F. Abreu)






- Mas não seria Natural.


-Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem.


- Natural é ENCONTRAR. Natural é perder.


- Linhas paralelas se encontram no infinito.


- O infinito não Acaba.O infinito é Nunca.


- Ou Sempre.

" PERDER-SE também é CAMINHO"

.Lispector
A estrada em que caminham as pessoas direitas é como a luz da aurora, que brilha cada vez mais até ser dia claro 


(Prov. 4.18)

terça-feira, 26 de abril de 2011











  As estrelas são todas iluminadas. 
  Acho que é pra que cada um possa, 
       um dia, encontrar a sua… 

       (Pequeno Príncipe)


"Tenho duas armas para lutar contra o desespero, a tristeza e até a morte: 
o riso a cavalo e o galope do sonho
É com isso que enfrento essa dura e fascinante tarefa de viver."

(Ariano Suassuna)










E se eu te olhar cem vezes, 
acredite, em cada uma delas
estarei me apaixonando um pouco mais"

 
Caio F. Abreu

segunda-feira, 25 de abril de 2011




Vontade de me apaixonar, de ser vencida por um olhar,

de ser roubada por uma mão que me pega na cintura,
de ver alguém me descobrindo com ar de surpresa,
de perder o raciocínio para o pensamento em alguém,
de não enxergar distância entre os dois lados da cidade,
de me arrumar por algum motivo a mais que o trabalho,
de ter disposição para encontrar músicas novas,
de ler uma poesia e saber que seria possível vivê-la,
de encontrar alguma graça em passar pelo domingo,
vontade de ser encontrada em uma multidão de vazios,
vontade de que fosse agora e para sempre.
Preciso te achar desesperadamente
e é tão pouco e quase próximo...
o que nos separa são os encontros.


Cáh Morandi





"O Sonho é a Literatura do sono "

" Nos sonhos entramos num mundo que é inteiramente nosso"

( Dumblodore..)



" É a idade da força e da beleza:
Olha o futuro e inda não tem passado;
E, encarando de frente a Natureza,
Não tem receio do trabalho ousado"

(Olavo Bilac)

domingo, 24 de abril de 2011





"Que a vida é breve, e o amor mais breve ainda "

 ( Mário Quintana) 








"Existem manhãs em que abrimos a janela e temos a impressão de que o dia nos está esperando".

  Baudelaire




"Tenho Amigos tão bonitos.
Ninguém suspeita, mas sou uma
pessoa muito rica"

(C.F.A)



 
  ♪ ♫ ♪ ♫ ♪ ♫ ♪
"E quando você voltar, tranque o portão... feche as janelas... apague e luz, e saiba que te amo..."
  ♪ ♫ ♪ ♫ ♪ ♫ ♪

sábado, 23 de abril de 2011





Ela é uma moça de poses delicadas, sorrisos discretos
e olhar misterioso.
Ela tem cara de menina mimada, um quê de esquisitice, uma sensibilidade de flor, um jeito encantado de ser, um toque de intuição e um tom de doçura.
Ela reflete lilás, um brilho de estrela, uma inquietude, uma solidão de artista e um ar sensato de cientista.
Ela é intensa e tem mania de sentir por completo, de amar por completo e de ser por completo.
Dentro dela tem um coração bobo, que é sempre capaz de amar e de acreditar outra vez.
Ela tem aquele gosto doce de menina romântica e aquele gosto ácido de mulher moderna.

Caio F. Abreu

quinta-feira, 21 de abril de 2011



"Porque quando fecho os olhos, é você quem eu vejo; aos lados, em cima, embaixo, por fora e por dentro de mim. Dilacerando felicidades de mentira, desconstruindo tudo o que planejei, abrindo todas as janelas para um mundo deserto. É você quem sorri, morde o lábio, fala grosso, conta histórias, me tira do sério, faz ares de palhaço, pinta segredos, ilumina o corredor por onde passo todos os dias."


Caio F. Abreu

Não sei, até hoje não sei se o príncipe era um deles. Eu não podia saber, ele não falava. E, depois, ele não veio mais. Eu dava um cavalo branco para ele, uma espada, dava um castelo e bruxas para ele matar, dava todas essas coisas e mais as que ele pedisse, fazia com a areia, com o sal, com as folhas dos coqueiros, com as cascas dos cocos, até com a minha carne, eu construía um cavalo branco para aquele príncipe. Mas ele não queria, acho que ele não queria, e eu não tive tempo de dizer que quando a gente precisa que alguém fique a gente constrói qualquer coisa, até um castelo.”


Caio F. Abreu




Não é saudade, porque para mim a vida é dinâmica
e nunca lamento o que se perdeu - mas é sem dúvida uma sensação
muito clara de que a vida escorre talvez rápida demais e,
a cada momento, tudo se perde.

Caio F. Abreu



terça-feira, 19 de abril de 2011




Ah, milhares de pessoas não têm coragem de pelo menos prolongar-se um pouco mais nessa coisa desconhecida que é sentir-se feliz e preferem a mediocridade.


Clarice Lispector












E tô achando bom, tô repetindo que bom, Deus, que sou capaz de estar vivo sem vampirizar ninguém, que bom que sou forte, que bom que suporto, que bom que sou criativo e até me divirto e descubro a gota de mel no meio do fel.
Colei aquele “Eu Amo Você” no espelho.
É pra mim mesmo."


(Caio F. Abreu)

segunda-feira, 18 de abril de 2011

"Fui abençoada com um coração meiguíssimo
e em contrapartida com um pavio bem curto.
Exatamente igual a um vidro: se me jogar no chão,
eu quebro... mas se me pisar, te corto"

(Martha Medeiros)





Resolvi guardar meu amor para mim, não por questão de egoísmo, mas de cuidado. Não quero que ninguém o toque, ou o machuque, só isso.  

(Clarice Lispector)




"Você não precisa trazer nada, só você mesmo. Você nem precisa dizer
alguma coisa no telefone. Basta ligar e eu fico ouvindo o teu silêncio."

.Caio Fernando Abreu

sábado, 16 de abril de 2011

Eu queria trazer-te uns versos muito lindos...



Eu queria trazer-te uns versos muito lindos

colhidos no mais íntimo de mim...

Suas palavras
seriam as mais simples do mundo, 
porém não sei que luz as iluminaria
que terias de fechar teus olhos para as ouvir...
Sim! Uma luz que viria de dentro delas,
como essa que acende inesperadas cores
nas lanternas chinesas de papel!
Trago-te palavras, apenas... e que estão escritas
do lado de fora do papel... Não sei, eu nunca soube o que dizer-te
e este poema vai morrendo, ardente e puro, ao vento
da Poesia...
como
uma pobre lanterna que incendiou!


Mário Quintana.

Descontraindo...






Cartas de amor são escritas não para dar notícias, não para contar nada, mas para que mãos separadas se toquem ao tocarem a mesma folha de papel.


Rubem Alves.